História da Fotografia – Parte 4 de 10

William Fox Talbot

Entre 1839 e 1840, a fotografia deu passos decisivos através do trabalho de estudiosos como o britânico William Fox Talbot, cujos estudos e descobertas tiveram lugar na mesma época que os estudos de Daguerre e Niépce.

Talbot que já efetuava pesquisas com papéis fotossensíveis, ao tomar conhecimento dos avanços de Daguerre, em 1839, decidiu apressar a apresentação de seus trabalhos à Royal Institution e à Royal Society, procurando garantir os direitos sobre suas invenções.

Ele desenvolveu um processo denominado “Calótipo”, usando folhas de papel cobertas com cloreto de prata, que posteriormente eram colocadas em contato com outro papel, produzindo a imagem positiva. Sua imagem mais conhecida mostra a janela da biblioteca da Abadia de Locock, considerada a primeira fotografia obtida pelo processo negativo/positivo.

Este processo é muito parecido com o processo fotográfico em uso hoje, pois também produz um negativo que pode ser reutilizado para produzir várias imagens positivas. À época, Hippolyte Bayard também desenvolveu um método de fotografia. Porém, por demorar a anunciá-lo, não pôde mais ser reconhecido como seu inventor.

História da Fotografia - William Talbot - Vista da Janela da Abadia Locock

William F. Talbot, Janela da Biblioteca da Abadia Locock (Locock Abbey)

(continua)

DEIXE UM COMENTARIO - LEAVE A REPLAY

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.