Um Conselho Para Helena

Helena é uma garotinha que acompanhou o pai em nosso último passeio fotográfico pelo centro de Campinas em uma manhã de domingo…levando sua própria câmera e tirando muitas fotos.

Este ano começo a dar aulas de fotografia em uma escola tradicional da região, para crianças entre 11 e 17 anos. Ver o interesse e motivação da Helena de perto, me fez pensar nos meus novos e futuros “aluninhos”.

O que motiva eles a dedicar parte do seu tempo para aprender fotografia? Como instigar neles um interesse ainda maior pela fotografia?

Foi pensando nestas questões que escrevi este conselho.

A fotografia pode ser descompromissada e divertida, como um selfie com os amigos ou um snapshot de um sorvete. Mas quando você mostra as fotografias que tirou na sua última viagem para os seus amigos, e não consegue transmitir o quão incrível foi a experiência, e termina falando “você precisava estar lá para ver”, você percebe que a fotografia também pode ser frustrante.

A boa notícia, é que você não precisa comprar um equipamento mais caro e sofisticado. Depende apenas de você para tornar suas fotografias tão incríveis quanto a experiência que você vivenciou. Basta querer.

A outra boa notícia, é que como tudo na vida, este é um processo de aprendizado e prática. Isso quer dizer, que todas as suas experiências de vida vão se somar e contribuir para o seu crescimento como fotógrafa(o) e como pessoa.

A fotografia tem muitas regras. Um bom fotógrafo estuda, pratica e domina todas estas regras.

Um fotógrafo excelente sabe a hora certa de quebrar cada uma destas regras.

Os fotógrafos geniais já nascem sabendo. O problema é que nunca sabemos se somos geniais ou apenas egocêntricos.

Para ter certeza, comece tentando ser boa, estudando e praticando as regras. Quando você dominar esta fase, experimente quebrar cada uma delas. Pesquise e conheça o trabalho de outros fotógrafos, conhecidos e desconhecidos. Assista filmes, leia livros, vá ao teatro. Fotografia é feita de luz, procure a luz a todo momento. Tire muitas fotos! Imprima suas fotos, mostre suas fotos! Viva intensamente suas experiências, e aprenda com elas.

Se você fizer tudo isso, uma coisa eu garanto, suas fotos serão muito boas. E mais, pode ser que um dia, alguém vai olhar as suas fotografias e falar:

“Esta fotógrafa é genial!”

A imagem abaixo, foi escolhida para ilustrar este conselho porque foi tirada dentro do Louvre, uma experiência de aprendizado intensa em vários aspectos.

Empty Gallery

Empty galery at Louvre, in Paris.

 

3 comentários sobre “Um Conselho Para Helena

    • Os dois são igualmente importantes! A fotografia é uma forma de comunicação realizada com o auxílio de uma ferramenta…assim como a escrita! Se vc não aprendesse a ler e escrever; não estudasse sua língua, suas regras gramaticais, semânticas, etc; não estudasse os grandes autores literários; enfim, se não se educasse, por mais que vc praticasse, vc ficaria apenas restrita a rabiscos!

      Eu citei apenas regras para simplificar o texto, mas é mto mais do que apenas algumas regras de composição. Vc precisa dominar seu equipamento, dominar a técnica fotográfica, saber as tais regras de composição, saber ler e interpretar imagens, para poder transmitir msgs e contar histórias com as suas imagens. Se vc não estudar, vai ficar sempre limitada pelo desconhecido!

      Estude, aprenda e pratique o que vc aprendeu! Depois tente criar coisas novas! 😉

Deixe uma resposta para André Gonçalves Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.