Locomoção Animal

Eadweard J. Muybridge (Nascido Edward James Muggeridge na Inglaterra em 1830) é conhecido por suas fotografias de pessoas e animais em movimento. Em 1855, vivendo nos EUA, ele conheceu o ex governador estadual, Leland Stanford, que queria resolver um argumento sobre os cascos de um cavalo saírem totalmente do chão quando galopando ou não. Stanford contratou Muybridge para fornecer evidências que comprovassem ou não o fato.

Cinco anos de experimentos produziram a sequência definitiva, período no qual Muybridge achou tempo para assassinar o amante de sua esposa (provável pai de seu filho) e ser inocentado por homicídio justificado. Mais tarde, Muybridge e Stanford brigaram sobre a publicação das imagens feita por Stanford. Muybridge conseguiu novos patrocinadores que permitiram sua obra-prima sobre locomoção humana e animal.. Muybridge reciclou a ideia de stop-motion para realizar “Zoopraxiscope”, uma sequência de imagens coladas em um tambor girante. Visto por fora, aberturas estreitas no tambor revelam momentaneamente cada imagem, dando a ilusão de movimento pela visão constante. Muybridge retornou a Inglaterra em 1864 e morreu dez anos depois em Liverpool.

Retirado do original em inglês do livro “Pring’s – Photographer’s Miscellany” – Ed. Ilex.

Muybridge - Animal Locomotion - 1860

Animal Locomotion

Eadweard J. Muybridge (Born Edward James Muggeridge in England in 1830) is known for his photographs of people and animals in motion. In 1866, living in the USA, he met the former State Governor, Leland Stanford, who wanted to resolve an argument about whether a galloping horse’s hooves ever completely leave the ground, and commissioned Muybridge in 1872 to provide the evidence.

Five years of experiment produced the definitive sequence, a period in which Muybridge found time to murder his wife’s lover (probable father of his young son) and be acquitted on the grounds of justifiable homicide. Muybridge and Stanford later fought over the publication of the images by Stanford. Muybridge acquired new patrons and their support enabled his masterwork Human and Animal Locomotion. Muybridge recycled the stop-motion idea to make “Zoopraxiscope”, a sequence of pictures pasted inside a rotating drum. Viewed from the outside, slits in the drum momentarily reveal each image, giving the illusion of motion through persistence of vision. Muybridge returned to England in 1864 and died ten years later in Liverpool.

From the book “Pring’s – Photographer’s Miscellany” – Ed. Ilex.

Anúncios

DEIXE UM COMENTARIO - LEAVE A REPLAY

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s